Pedido de isenção da taxa de inscrição do ENEM 2023 e justificativa de ausência

Veja como fazer o pedido de isenção da taxa de inscrição do ENEM 2023 e também fazer a justificativa de ausência da edição passada (caso tenha ganhado isenção mas por algum motivo não foi fazer a prova).

Compartilhe esta postagem:

Pedido de isenção da taxa de inscrição do ENEM 2023 (Exame Nacional do Ensino Médio), veja abaixo como pedir para não pagar a taxa de inscrição e se você se enquadra numa das situações para ganhar a isenção. A justificativa de ausência, por quem ganhou a isenção no ano passado mas não foi fazer a prova, também deve ser feita no mesmo sistema e junto com o pedido de isenção.

O pedido de isenção pode ser feito no período a partir do dia 17 de abril até às 23:59h do dia 28 de abril de 2023, somente pela internet, no link disponível no final desta matéria. Quem ganhou isenção do ENEM 2022 e faltou à prova, também pode pedir isenção na mesma data informada acima e no mesmo sistema do pedido de isenção, fazer a justificativa de ausência para eventualmente ganhar a isenção novamente.

Não confunda pedir isenção com fazer inscrição, pois são dois processos separados. Na data de inscrição (aguarde matéria a respeito), todos os candidatos devem se inscrever (aqueles que pediram isenção e ganharam, os que pediram e não ganharam e os que não pediram). A diferença é que, quem pediu e ganhou isenção, não vai pagar a taxa de inscrição; quem pediu e não ganhou isenção ou quem não pediu isenção, deve pagar a taxa. Ano passado a taxa foi de R$ 85,00, este ano poderá ser o mesmo valor ou mais.

Quer RECEBER no celular notícias de educação e concursos? Então clique e participe do nosso Canal no App Telegram

Quem pode pedir isenção da taxa de inscrição do ENEM 2023

Para pedir isenção, o candidato deve ter um dos requisitos abaixo:

  • Candidatos que estiverem cursando a última série do ensino médio em 2023, em qualquer modalidade de ensino, em escola da rede pública;
  • candidatos que já tenham concluído todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsistas integrais na rede privada, com renda por pessoa igual ou inferior a um salário mínimo e meio;
  • Candidatos que declararem estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por serem membros de família de baixa renda, e que estejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com renda familiar per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

Em quaisquer uma das situações acima, é necessário que o candidato informe os dados com veracidade, pois posteriormente, caso seja constatada inexatidão nas informações, o candidato poderá ser eliminado do exame.

Links para acesso dos participantes

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 15 anos da área de Educação e Concursos, já publiquei mais de 6.059 notícias; Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Ministério do Trabalho); Mestre em Ciência da Computação (UFMA), Doutorando em Biotecnologia (UFDPar). Em tempos de desinformação e fake news, o Castro Digital reforça o compromisso com o jornalismo de qualidade. Publico informações de forma responsável e que você pode confiar. Currículo Lattes.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

*

Seja o primeiro a comentar!