7 erros comuns ao falar Espanhol

Confira 7 erros bastante comuns cometidos por brasileiros ao falar o idioma Espanhol.

Compartilhe esta postagem:

Existem alguns erros ao falar espanhol muito comuns e cometidos por brasileiros. A semelhança da língua com o português faz muita gente achar que é fácil aprender o idioma. Mas essa mesma semelhança muitas vezes é uma armadilha durante as conversas em espanhol.

Isso acontece porque, apesar de terem seus pontos comuns e ter algumas pronúncias que são mesmo parecidas, as duas línguas têm muitas diferenças entre si. Então, muitas pessoas se arriscam no “portunhol” e acabam cometendo erros que podem ser até engraçados, mas podem ser evitados na hora de conversar em espanhol com pessoas que dominam o idioma.

A Revista Quero, parceira do Castro Digital, listou sete desses erros comuns de espanhol que muitos brasileiros cometem durante um bate-papo (ou “charla”) na língua. Veja quais são, entenda por que eles são cometidos e saiba como usar as maneiras corretas para não passar aperto nas conversas em espanhol.

Quer RECEBER no celular notícias de educação e concursos? Então clique e participe do nosso Canal no App Telegram

Leia também:
Por que devo aprender espanhol?
Conheça os 22 países que falam Espanhol como idioma oficial

1. “También No”

A expressão “tambíen no” não existe em espanhol. Embora as duas palavras existam, há uma palavra que expressa a ideia de “também não”, que também existe em português: tampoco.

  • Eu também não vou ao concerto.
  • Tampoco me gusta comer carne.

2. Falsos cognatos

A língua espanhola está cheia de falsos cognatos com a língua portuguesa. Isso quer dizer que existem diversas palavras que são escritas de formas parecidas e tem pronúncia semelhantes, mas não significam a mesma coisa.

  • Borracha” quer dizer que a pessoa está bêbada, e não tem relação com o material escolar;
  • Quando se diz que a pessoa está “embarazada” não significa que ela está embaraçada ou envergonhada, mas quer dizer que ela está grávida.

+ Conheça 35 falsos cognatos em espanhol

3. Uso de “mucho” e “muy”

Como existem duas palavras em espanhol que significam “muito”, os brasileiros costumam confundir quando usar cada uma. O uso de “muy” é quando quer dar Ênfase a um adjetivo e advérbios. O uso de “mucho” é para quantidade quando não é cumprida a regra do “muy”.

  • És muy caliente en Brasil.
  • Hay muchas personas en el estadio.

4. O uso de “lo” como artigo masculino

Muitos brasileiros usam “lo” como um artigo para acompanhar um substantivo masculino. No entanto, a língua espanhola possui o artigo “el” para substantivos masculinos. Enquanto isso, “lo” é um artigo neutro que deve ser usado antes de adjetivos, advérbios, particípios e antes do pronome relativo “que”.

  • El hombre habla español.
  • Lo más importante en esta vida es tener amigos.

5. Uso de “el” ou “en”

Outro erro comum entre os brasileiros é usar de forma equivocada os localizadores temporais “el” ou “en”. Enquanto o primeiro é usado para dias de semana e dias do mês, o segundo é usado antes de meses e anos.

  • El lunes vamos a trabajar.
  • El 25 de diciembre es Navidad.
  • En marzo termina el verano en Uruguay.
  • La pandemia empezó en 2020.

6. Uso da preposição “de” para meios de transportes

No português, é comum usar a preposição “de” depois do verbo “ir” para indicar qual meio de transporte será usado, por exemplo: “vou de carro” e “vou de ônibu”s. Por isso, muitos brasileiros acabam passando isso para o espanhol sem saber que está errado. O correto nesses casos é usar “en”.

  • Voy en coche.
  • Voy en autobús.
  • Voy en avion.
  • Voy al aeropuerto en taxi.

7. “Tú és” ou “Tú eres”

A conjugação do verbo “ser” em português permite o uso da expressão “tu és”, que significa “você é”. No entanto, essa mesma expressão não existe no espanhol. Na língua, é utilizado “tú eres”.

  • Tú eres la persona más divertida que conocí.
  • Tú eres muy dedicada com el trabajo.

Saiba mais:
Como estudar espanhol para o Enem?
Quais são os assuntos de Inglês e Espanhol que mais caem no Enem?

Como evitar os erros ao falar espanhol?

Não é fácil adaptar o vocabulário de um novo idioma. A melhor maneira é estudar e praticar a língua para evitar que erros ao falar espanhol sejam cometidos e possam gerar algum constrangimento durante uma conversa com alguma pessoa fluente na língua.

Por isso, é muito importante estudar a língua e entender seus conceitos. Assim, erros serão evitados e se tornarão muito menos frequentes. Se você está interessado em aprender a falar espanhol, a Quero Bolsa Idiomas conta com parcerias de escolas de línguas estrangeiras que oferecem bolsas de estudo nas mensalidades do curso.

Então, se você pretende abandonar de vez o portunhol e avançar no seu espanhol até a fluência, chegou a hora de entrar em um curso e começar a praticar com alunos e professores de escolas espalhadas por todo o país.

Bolsas para cursos de espanhol

Para conferir quais são as melhores oportunidades para você, basta clicar no botão acima. A Quero Bolsa Idiomas conta também com cursos de inglês, francês, italiano e alemão, caso o espanhol não seja suficiente.

Leia mais:
10 sugestões de leitura em espanhol para quem está iniciando os estudos
5 erros mais comuns dos brasileiros ao escrever em inglês

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 12 anos da área de Educação e Concursos, já publiquei mais de 5.500 notícias neste site; Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Ministério do Trabalho e Emprego).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

*

Seja o primeiro a comentar!