7 tecnologias usadas no combate ao Coronavírus

Lista com 7 tecnologias usadas no combate à pandemia causada pelo Coronavírus (Covid-19). As soluções estão sendo empregadas por empresas e também pessoas comuns.

Compartilhe esta postagem:

As tecnologias usadas no combate ao Coronavírus envolvem não apenas os recursos ligados à medicina mas também diversas outras áreas como informática e suas subáreas como hardwares, processamento e tráfego de dados, drones, dentre outras.

Empresas como Facebook, Google, Hostoo, Microsoft, dentre outras, estão usando suas tecnologias com esse propósito. Confira uma lista com 7 tecnologias usadas no combate à Covid-19:

Mapas de calor

O Facebook está fornecendo informações a pesquisadores sobre o deslocamento de pessoas para identificar, por meio de mapas de calor, adensamento populacional em tempo real e deslocamentos em viagens. Espera-se, com isso, que as autoridades da saúde estejam preparadas para acompanhar inícios de surtos em localidades que ainda não receberam o vírus e saber também de onde veio.

Identificador de fake news

A dona da principal rede social (Facebook), atualmente, também se juntou ao Google e Twitter para identificarem informações incorretas sobre a pandemia e o vírus e direcionarem os usuários a fontes confiáveis, como o site da Organização Mundial da Saúde (OMS).

No Brasil, um dos países onde a população mais gosta de espalhar fake news, milhares de pessoas caem em golpes pela internet. Um dos mais recentes são os golpes envolvendo o benefício de R$ 600,00 distribuído pelo Governo Federal em que são compartilhados links falsos que solicitam dados pessoais.

A empresa Hostoo.io – Hospedagem cloud para sites, onde o Castro Digital está hospedado atualmente, também está empenhando sua tecnologia no combate a fake news e na identificação de eventuais spans e links maliciosos ou fraudulentos sobre a Covid-19.

“Doação” de processamento de placas de vídeo

A Nvidia, conhecida fabricante de placas de vídeo, está convocando usuários a doarem o poder de processamento de suas GPUs para ajudar no combate ao coronavírus.

Por meio do aplicativo [email protected], qualquer usuário que tenha um PC equipado com uma placa GeForce pode contribuir. O sistema funciona como uma rede descentralizada de processamento de dados ligada a centros de pesquisa que desenvolvem estudos relacionados à pandemia.

Diferentes tipos de robôs

Foco do surto inicial do coronavírus, a China precisou da ajuda de robôs para evitar o contato entre as pessoas, especialmente entre pacientes e equipes de médicos e enfermeiros. Em um hotel onde mais de 200 pessoas ficaram isoladas em Hangzhou, no leste do país, um robô circulava pelos corredores para entregar comida na porta dos quartos.

5G e consultas remotas

A conectividade 5G vem sendo chave na China e na Coreia do Sul para permitir o contato à distância. Em robôs, a rede de quinta geração é essencial para permitir o funcionamento de sistemas de inteligência artificial. Além disso, a baixa latência da tecnologia ajuda a operar equipamentos médicos via internet com alto grau de precisão.

Pagamentos por aproximação

Os pagamentos por aproximação podem ajudar a evitar o contato na hora de fazer compras. Por meio de um chip NFC no cartão, o usuário pode comprar no débito ou crédito sem precisar tocar no terminal de pagamento e, principalmente, sem manusear dinheiro vivo.

Previsão de surtos

A Metabiota, empresa de tecnologia para saúde, também utiliza a inteligência artificial, para prever surtos de doenças ao redor do mundo e já havia conseguido identificar o comportamento do zika vírus no ano passado e o comportamento dos insetos responsáveis pela doença de chagas.

Agora, a empresa previu a disseminação da COVID-19 na Coréia do Sul, Japão e Taiwan uma semana antes de serem relatados os primeiros casos. Ao ajudar a rastrear e conter a propagação de doenças, essas tecnologias podem, quando mais desenvolvidas, evitar que epidemias cruzem fronteiras, direcionamento políticas públicas.

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, já publiquei mais de 5 mil notícias neste site; Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!