Como criar o ambiente PERFEITO para os ESTUDOS

Compartilhe esta postagem:

Quando o estudo está na rotina de uma pessoa é porque existe um objetivo a ser alcançado. A vaga em um vestibular concorrido, um bom resultado em uma prova na escola, uma boa colocação em um concurso e até algum seletivo internacional, os motivos podem ser muitos, porém estudar sempre traz alguns desafios.

O primeiro deles, com toda certeza é: qual o ambiente ideal para manter o foco? Afinal, as redes sociais acabam atrapalhando muito os estudantes, assim como a TV e até mesmo um local com alguma movimentação. Por isso, o espaço escolhido pode tanto favorecer o processo, quanto prejudicar a fixação do conteúdo. Por isso, precisa ser criteriosamente preparado.

Siga o Castro Digital nas Redes Sociais:

&nbspInstagram
&nbsp
&nbspFacebook
&nbsp
&nbspTwitter
&nbsp
&nbspWhatsApp .


Muitos estudantes pensam que qualquer lugar é lugar na hora de estudar. Para alguns, esta estratégia pode funcionar, mas nem todo mundo consegue se concentrar assim. Muitas pessoas preferem um lugar isolado para produzir mais.

Se você prefere um local exclusivo para os estudos, ou está buscando melhorar sua organização para este momento, fique atento às dicas a seguir. Vamos lhe ajudar a criar o ambiente perfeito para estudar.

A regra é não ter regras

Quando pensamos em um local de estudos, logo vem em nossa mente um quarto silencioso, com uma mesa e muitos livros. E geralmente o local ideal para estudar é assim. Só que não é porque a maioria gosta de estudar em um ambiente como esse que você também irá gostar.

Por isso, antes até de começar a separar o seu material e começar a estudar, você pode considerar investir algum tempo para ter um local de estudo que atenda às suas reais necessidades.

A primeira tarefa é verificar, na sua casa, um local que melhor atenda às suas necessidades e também aos requisitos fundamentais para sua concentração. Se você não mora sozinho, ou é casado (a), com filhos, outra coisa importante é avaliar o menor impacto que o seu ambiente de estudo vai causar na rotina da sua família.

Por isso, pense bem antes de escolher um local para estudar, pois, apesar de ser uma tarefa simples, a escolha vai impactar muito a sua produtividade.

Quesitos essenciais para o espaço ideal

Para preparar o seu refúgio, vale a pena melhorar alguns aspectos do ambiente escolhido. De acordo com o portal magodecasa.com.br, um quarto de estudos deve contar com boa iluminação para a leitura, conforto para aguentar as horas dedicadas ao estudo e espaço suficiente para armazenar os materiais (livros, papéis, etc). Tudo deve ficar próximo, a fim de facilitar a interação da estante de livros com a mesa de estudos, por exemplo.

Escolha dos móveis e iluminação

Em relação ao mobiliário, uma bancada de trabalho com altura e acabamento adequados (é sempre bom evitar revestimentos que conduzem calor) e uma confortável cadeira ergonômica são itens indispensáveis para uma sala de estudos. Por isso, a escolha dos móveis também deve ser cuidadosa.

Ao escolher a cadeira, deve-se observar a regulagem do encosto e do assento da peça a fim de certificar que ela poderá durar bastante tempo. Outra boa sugestão é escolher um modelo revestido com materiais como acrílico e plástico, que acumulam menos sujeira.

Como apoio, além das bancadas, as escrivaninhas são ótimas soluções. Cada dia mais versáteis, são encontradas em estilos diversos e com diferenciais interessantes, como pontos de instalação elétrica, gavetas com divisórias e até espelhos.

A iluminação, por sua vez, requer atenção especial em qualquer situação. Por isso, na criação do quarto o ideal é posicionar os pontos de luz sobre a bancada de trabalho e, se necessário, complementá-la com abajures ou luminárias específicas.

Decoração criativa

As características funcionais são fundamentais para o ambiente de estudos, mas a decoração também pode contribuir bastante para o bem-estar de quem usa o espaço. Elementos como quadros, nichos de parede e tapetes podem deixar o ambiente mais bonito e aconchegante, além de favorecer a organização.

Se há pouco espaço disponível, a solução é aliar a técnica à imaginação. Criatividade é fundamental para lidar com ambientes pequenos. Móveis versáteis, que possuem dupla função, por exemplo, são ótimas opções para esse tipo de situação.

Fazer um estudo das cores que irão compor o ambiente também pode ser uma boa alternativa para despertar, mesmo que inconscientemente, o desejo pelo estudo. Um bom exemplo é usar cores mais quentes nos ambientes que serão usados por pessoas mais lentas ou pouco produtivas, pois isso faz com que elas fiquem mais animadas e, consequentemente, gerem mais resultado.

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!