Pronunciamento de Dilma pelo Dia do Trabalhador: discurso normal ou campanha política antecipada? – Por Cristiane Lopes*

Compartilhe esta postagem:

No último dia 30 de Abril, a nossa presidenta Dilma Rousseff lançou um pronunciamento em rede nacional dedicado ao Dia do Trabalhador. É sabido por todos que desde o ano passado a presidente sofre com críticas, porém este ano as críticas se multiplicaram e as pesquisas apontam a queda de popularidade dela.

Compartilhe no Facebook

Visto as críticas sofridas e o fato de estarmos em meio a um ano de eleições presidenciais, podem ter influenciado diretamente nas palavras e medidas citadas por Dilma durante o pronunciamento, entre novas medidas estão: a correção da tabela do imposto de renda e o aumento de 10% ao programa Bolsa Família.

Aproveitou também para exaltar outras medidas que já haviam sido colocadas em prática: a redução da tarifa de energia, o aumento do número de empregos e do piso salarial, os resultados positivos da implantação dos três pactos (educação, saúde e mobilidade urbana) firmados após as manifestações do ano passado, aproveitou ainda para dar explicações a cerca do episódio de corrupção da Petrobrás e exaltou a política utilizada pelo PT nos últimos 11 anos.

O PT pratica uma política de assistencialismo, com políticas e discursos voltados para agradar as massas populares, só o programa Bolsa Família abarca mais de 36 milhões de brasileiros, logo são 36 milhões de votos garantidos para a presidente, no decorrer do pronunciamento é notória a tentativa de reaproximação dela para com os movimentos sociais e os sindicatos, sendo que tanto ela quanto Lula quando chegaram ao poder se afastaram desses grupos.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Dilma fez questão de falar que estão apurando o escândalo que ocorreu recentemente na Petrobrás, no entanto quando se fala em escândalos de corrupção logo nos lembramos de Genuíno e José Dirceu, sim, aqueles medalhões do PT que encabeçaram o Mensalão.

Tivemos ainda a quase reencarnação de Getúlio Vargas no corpo da presidenta, durante o pronunciamento, pois ela nos fez lembrar os célebres discursos getulistas, sempre baseados em políticas populistas e com ênfase na classe trabalhadora. Seria Dilma uma fã de Getúlio ou ela apenas está desesperada pelos últimos acontecimentos e viu no estilo getulista uma forma de trazer toda a classe popular de volta ao seu comando?

Desde as manifestações ocorridas em junho de 2013, é perceptível que a presidenta está frágil e insegura, ela sentiu na pele que só a política de “pão e circo” não era mais suficiente para satisfazer a população. Já nos primeiros meses de 2014 temos escândalos, mais manifestações e queda de rendimento de Dilma nas pesquisas eleitorais, tudo isso fragilizou mais ainda a confiança dela, que antes era enorme.

A presidenta está desesperada, tanto que antecipou em quase 60 dias o início de sua campanha eleitoral, pois o pronunciamento do Dia do Trabalhador pareceu mais um pacote de medidas de campanha para conseguir votos do que um discurso normal para comemorar uma data simbólica do calendário brasileiro.

Calma presidenta, calma! Lembre-se que a senhora é um ser político lapidado pelo PT e fatalmente saberá se sair desse mau momento, nem que para isso seja necessário criar mais 20 bolsas assistencialistas. Pois para um partido que superou o Mensalão, a atual situação é balela…

______________________________

*Cristiane Lopes é acadêmica de Pedagogia na Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), campus de Bacabal.

LEIA MAIS artigos escritos por Cristiane Lopes:

var pTitle = document.title, aflDate = new Date(), new_js = document.createElement(‘script’);
new_js.type = ‘text/javascript’; new_js.async = true;
new_js.src = ‘http://img.afiliados.com.br/banner_creator/loader2.php?aflDate=’+aflDate.getHours()+’&banner=7903&franq=AFL-03-1016&title=’+ pTitle +’&url=’ +document.URL;
document.write(new_js.outerHTML);

Políticos fazem a festa “made in censura” para comemorar os 50 anos do Regime Militar

Ainda há um pouco do período Pré-histórico nas concepções da população atual

O brasileiro e a sina de ser craque em driblar as mazelas sociais

A nova Lei da Física nas escolas públicas brasileiras

Quadrilheiros do Mensalão dançam marchinha do carnaval político tocada pelo STF

VÍDEO DO PRONUNCIAMENTO NA ÍNTEGRA

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. Charles Escorcio disse:

    Petista bom é petista já enterrado ou cremado…