Lista de cidades do Maranhão com risco e alerta de dengue neste inverno de 2014

Compartilhe esta postagem:

O Ministério da Saúde divulgou nesta terça-feira (18) a lista dos estados com maior incidência de casos de dengue. O Maranhão não faz parte da lista, mesmo assim, o estado possui 24 municípios em situação de risco. De acordo com o Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti, o mapa da dengue, outras 22 cidades maranhense encontram-se em situação de alerta, no período chuvoso deste ano de 2014.

Compartilhe no Facebook

Somente no primeiro bimestre deste ano, foram registrados 329 casos de dengue, sendo 14 casos graves, sem registros de óbito. No ano de 2013, o Maranhão registrou 889 casos de dengue em todo Estado, com cinco casos graves e dois óbitos.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Segundo o mapa da dengue, sete municípios receberam avaliação com situação satisfatória, são eles: Araioses, Arari, Balsas, Barreirinhas, Coroatá, Raposa e Vitória do Mearim.

Municípios em situação de risco

Amarante do Maranhão, Bom Jesus das Selvas, Itinga do Maranhão, João Lisboa e São Domingos do Maranhão são as mais preocupantes. Mas ainda constam na lista; Alto Alegre do Maranhão, Barão de Grajaú, Barra do Corda, Buriticupu, Caxias, Chapadinha, Coelho Neto, Colinas, Dom Pedro, Lago da Pedra, Pastos Bons, Presidente Dutra, São João dos Patos, São Mateus do Maranhão, Tuntum, Tutóia, Vargem Grande, Zé Doca e Pedreiras.

Municípios em situação de alerta

Açailândia, Alto Alegre do Pindaré, Bacabal, Carolina, Codó, Estreito, Grajaú, Imperatriz, Itapecuru Mirim, Mirador, Miranda do Norte, Paço do Lumiar, Pindaré-Mirim, Pinheiro, Rosário, Santa Inês, Santa Luzia, São José de Ribamar, São Luís, Tasso, Fragoso, Timon e Viana.

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!