Alunos de escola quilombola ocupam URE de Codó – MA em busca de alimentação

Compartilhe esta postagem:

Alunos do Centro Quilombola de Formação por Alternância Ana Moreira, ocupam desde as 15hs desta terça-feira (11), o prédio da Unidade Regional de Educação (URE) de Codó – MA. O objetivo da ocupação pacífica é reivindicar alimentação para cerca de 80 estudantes que cursam o ensino médio na escola, que fica localizada no povoado Santo Antonio dos Pretos

Compartilhe no Facebook

A escola adota a metodologia da Pedagogia da Alternãncia, em que os alunos ficam duas semanas internados na escola e outras duas semanas na comunidade em que moram. Durante o período em que ficam na escola, eles precisam de cinco refeições por dia (café da manhã, lanche, almoço, lanche da tarde e janta).

O Governo do Maranhão é o responsável pela manutenção da escola e deveria suprir toda essa necessidade de alimentos, mas não é o que vem acontecendo. Por isso, cerca de 30 estudantes decidiram fazer essa ocupação pacífica na URE de Codó em busca de alimentos para que possam permanecer na escola.

“Iniciamos uma alternância na segunda-feira (10) ao meio dia sem alimentação e nós passamos apenas 24h na escola e fomos liberados por falta de alimentação. Isso é coisa que vem ocorrendo já desde o ano passado com a gente e nós agora resolvemos nos reunir, enquanto alunos para reivindicar os nossos direitos”, disse a estudante Ruth Sousa.

“Trouxemos nossas bagagens, estamos acampados aqui. Já tivemos uma reunião com dona Rosa (gestora regional) e já encaminhamos algumas coisas, mas o nosso foco principal agora é alimentação. Então, ela falou que haveria alimentação na quarta-feira (12), que iria ser feita a compra de alimentação e seria mandada, ela sugeriu que nós nos deslocássemos para a casa de parentes, amigos, mas aqui nós somos de longe, nós não temos onde ficar e decidimos ficar aqui mesmo”, acrescentou a aluna.

Os alunos afirmam que só desocuparão a URE quando o caminhão estiver na frente dela cheio de alimentação já com o motor ligado rumo à comunidade de Santo Antonio dos Pretos. Na noite desta terça-feira (11), os alunos dormiram no chão, dentro do prédio da URE.

“Daqui nós vamos sair com alimentação, o carro sai com alimentação na frente e nós vamos atrás, se isso não ocorrer nós ficaremos aqui hoje, amanhã, depois, quanto tempo for preciso nós só saímos daqui com o que nós temos já direito porque nós não podemos nos deslocarmos de nossas casas pra tá numa escola passando necessidade”, concluiu Ruth.

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!