MEC cria bolsas de R$ 400 e R$ 900 mensais para universitários de baixa renda

Compartilhe esta postagem:

O Ministério da Educação (MEC) anunciou nesta quinta-feira (9) a criação do Programa Nacional de Bolsa Permanência que dará bolsas mensais para estudantes das universidades federais com renda inferior a 1,5 salário mínimo, de cursos com carga horária de no mínimo cinco horas diárias.

A bolsa será de R$ 400 mensais. Para estudantes indígenas e quilombolas, o valor será de R$ 900. Os estudantes receberão um cartão do Banco do Brasil por onde deverão fazer o saque do dinheiro.

O programa será disponibilizado a partir da próxima segunda-feira (13). Primeiramente, as universidades terão acesso e poderão cadastrar os pró-reitores de cada área como interlocutores. A partir de então, os estudantes poderão se cadastrar, explica o secretário de Educação Superior do MEC, Paulo Speller. As bolsas serão distribuídas conforme a necessidade de cada instituto.

Segundo Speller, o cadastramento será online, com duração permanente e atualizado a cada mês pelas universidades. O secretário disse que a bolsa deverá dar tranquilidade ao aluno que enfrenta dificuldades econômicas.

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. Jorge disse:

    Gostaria de saber se o IFMA se encaixa nesse programa do MEC, o meu curso é de alimentos.