Professores de Bacabal aderem à paralisação nacional da categoria

Compartilhe esta postagem:

Os professores de Bacabal, pertencentes às redes municipal e estadual de ensino, aderiram à paralisação nacional da categoria que acontece nos dias 23, 24 e 25 de abril. Após a paralisação, os municipais voltam ao trabalho normal enquanto os da rede estadual permanecem em greve por tempo indeterminado.

No período da manhã dos dois primeiros dias de paralisação (terça e quarta) os professores se reuniram na sede local do Sinproesemma (Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Públicas Estadual e Municipais do Estado do Maranhão). Para esta quinta-feira (25) a categoria aprovou a realizaçao de uma concentração pública com apitaço que vai acontecer a partir das 08 horas da manhã na Praça Silva Neto, centro de Bacabal.

O principal objetivo da paralisação é a luta por melhores condições de trabalho da categoria. Os professores da rede municipal de Bacabal lutam pela equiparação de salários equivalentes à jornada de 40 horas semanais, enquanto os da rede estadual lutam pela aprovação do Estatuto do Educador dentre outras reivindicações.

Leia mais:
Por que os professores do Maranhão estão em greve? Veja os motivos e a lista completa de reivindicações

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, já publiquei mais de 5 mil notícias neste site; Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!