Ex-alunos de Bacabal do curso de jornalismo do IBECEC terão matrículas canceladas

Compartilhe esta postagem:

O IBECEC (Instituto Brasileiro de Estatística, Cultura, Educação e Comunicação), instituição formadora de mão de obra qualificada com relevantes serviços prestados no interior do Maranhão na área de educação, anunciou que vai cancelar matrículas de aproximadamente 10 ex-alunos do curso de técnico em jornalismo, turma de Bacabal. O motivo é a inadimplência.

“O curso de jornalismo foi encerrado há cerca de 2 anos e muitos alunos não procuraram o Instituto para quitação de débitos referentes às mensalidades”, declarou a presidente do Instituto, Hideglant Alexandre Costa. Esses alunos inadimplentes são todos da cidade de Bacabal, trabalham nos diversos veículos de comunicação do município e desempenham importantes funções como apresentadores de programas jornalísticos e de entretenimento.

Como já se passaram dois anos e não houve interesse da parte dessa clientela pela regularização da situação, o IBECEC informou que no início da segunda quinzena de fevereiro de 2013 estará cancelando as matrículas e registrando o fato em ata. Com isso, fica inviável a emissão de certificados para aqueles que concluíram o curso de Comunicação Social, jornalismo nível médio. Isso vai implicar no pedido de registro de jornalista, junto ao Ministério do Trabalho.

“Mas isso pouco importa para essas pessoas que, na festa de formatura, posaram para as lentes, publicaram as fotos nas redes sociais e deixaram de lado o bom senso e o compromisso firmado com o IBECEC, que honrou sua parte”, comentou o jornalista Elbio Carvalho, coordenador do curso em Bacabal. “Só lamento a chance desse pessoal de se regularizar. Todos tinham a oportunidade de obter o registro profissional e jogaram fora, com as próprias mãos”, completou o jornalista.

E é verdade. Nosso site apurou o fato e registra aqui a seriedade do trabalho do IBECEC realizado em São Luís, Bacabal, Viana, Barra do Corda e Lago da Pedra, onde dezenas de profissionais se qualificaram e hoje estão trabalhando de acordo com as leis trabalhistas, com o registro de jornalista assentado nas carteiras profissionais. Este jornalista que vos escreve é um deles.

“De todos os alunos que concluíram o curso, só não tem registro aqueles que estão inadimplentes com o Instituto. E esses só vão lembrar da chance perdida quando chegar uma fiscalização rigorosa do Ministério do Trabalho e tirá-los do ar”, ressaltou a presidente da Instituição.

A lista dos inadimplentes de Bacabal será divulgada pelo IBECEC após a lavratura em ata do cancelamento das matrículas.

____________________________

Com informações do IBECEC.

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, já publiquei mais de 5 mil notícias neste site; Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!