Reflexão: ser professor(a) ou educador(a) – Por David Morais*

Compartilhe esta postagem:

Conversando, interagindo ou apenas presenciando a fala de colegas de ”profissão“, – já que disseram que nem somos profissão e sim atividade funcional – percebi o quanto tal atividade está desvalorizada e sem incentivos.

Uma vez que, ouvi professor(a) dizendo que trabalha, trabalha e trabalha e se o filho(a) tiver o desejo de ser professor(a) leva é uma popular pisa, surra.

Tal constatação é estarrecedora, pois somos professores e consequentemente formadores de opinião. Além do mais, prometer uma pisa para filhos que quiserem seguir o magistério é sinal de aversão ao extremo a essa atividade.

Por isso, urge a necessidade de uma valorização imediata, do pagamento do piso nacional e por que não de uma elevação do piso e um melhor salário, bem como de uma melhor gestão e comprometimento governamental para que assim esse quadro haja a possibilidade de alteração do atual quadro.

Procuro com estas poucas palavras suscitar o debate, pois preciso a cada dia entender e valorizar ainda mais a minha profissão. Já disse uma vez que almejo ser jequitibá – forte e resistente – um educador que promove reflexão e transformação. No entanto, fico pensando se também quero que a minha filha Maísa que tem 4 anos, em breve venha a ser uma professora ou quiçá uma educadora.

_____________________

*David Morais – professor de Língua Portuguesa da rede estadual de ensino do Maranhão e coordenador do Fórum Sobre a Negritude.

Neste dia do professor(a) – 15 de outubro – o Portal Castro Digital deseja não apenas um excelente dia, mas confiante em Deus, que todos esses profissionais alcancem a realização de seus sonhos. E mais, que sejamos não apenas professores(as), mas também educadores(as)!

Comente abaixo com seu perfil do Facebook ou Google/Blogger.

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, já publiquei mais de 5 mil notícias neste site; Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!