Juíz de Bacabal quer proibir fogos de artifício em comícios após duas mortes

Compartilhe esta postagem:

O juiz eleitoral de Bacabal, Roberto de Paula Oliveira, quer proibir o uso de foguetes e fogos de artifício em comícios políticos após duas pessoas morrerem e cerca de doze ficarem feridas na cidade.

A fatalidade aconteceu na última quinta-feira (04 de outubro) no último comício das Eleições 2012 realizaddo pelo candidato a prefeito de Bacabal, o deputado federal José Vieira Lins, da coligação Bacabal de Novo nas Mãos do Povo.

As bombas cheias de fogos de artifícios ficam com uma parte enterrada no chão apontando para cima, quando são detonadas elas “voam”, indo explodir no espaço. Mas uma das bombas, que fol mal enterrada, caiu de lado, em vez de “voar” para cima, ela saiu de lado, indo atingir mais de dez pessoas.

Ninguém morreu na hora, apenas ficaram gravemente feridos, as fatalidades aconteceram depois. Jonatan Samarone Ferreira foi atingido na região do abdomém e Francivaldo da Costa (17 anos) foi atingido na garganta, os dois morreram quando estavam no hospital.

No momento, o tumulto foi geral, correria para todo lado. O comício era no Centro Cultural. Segundo pessoas que estavam no local, lá não havia espaço suficientemente seguro para explosão de fogos de artifício.

“É preciso que essa proibição do uso de foguetes em comícios eleitorais seja votada, que se apresente um projeto de lei federal proibindo por completo essa prática. O que aconteceu em Bacabal já aconteceu em outras cidades, mas não podemos deixar que a morte dessas duas pessoas em Bacabal se transforme somente em mais um caso de polícia. Essas mortes têm que servir de exemplo para a classe política e para a Justiça Eleitoral, e que seja terminantemente proibido o uso de foguetes e fogos de artifício em campanhas políticas”, afirmou o juiz Roberto de Paula.

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!