Programa de computador identifica fraudes em concursos públicos

Compartilhe esta postagem:

Ultimamente passar num concurso público virou febre entre os sonhos da maioria dos brasileiros. O problema é que muitas pessoas não estudam para isso, preferem usar o dinheiro e fraudes para ingressar no serviço público.

Mas para comprovar a fraude desses “espertinhos” a Polícia Federal está usando um programa de computador que compara as respostas das provas. Ao todo, já foram identificados 152 candidatos que deram respostas idênticas.

“A probabilidade de acontecer aquilo na prática, sem fraude, era o mesmo que a pessoa ganhar nove vezes seguidas na mega sena”, afirmou o delegado da PF Victor Ferreira.

O programa descobriu também que 1076 candidatos colaram em todo o Brasil. Eles estavam sentados lado a lado, nas mesmas salas, e deram respostas iguais.

O programa já ajudou a PF a prender 13 pessoas e afastar 62 servidores públicos que estariam envolvidos em fraudes em concursos.

A suspeita surgiu num concurso da Polícia Federal, em 2009, mas a investigação descobriu fraudes também nas provas da Receitar Federal, da Agência Nacional de Aviação Civil, da Agência Brasileira de Inteligência e da Ordem dos Advogados do Brasil.

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!