Marajá do Sena é a capital da pobreza no Brasil

Compartilhe esta postagem:

A cidade de Marajá do Sena, uma das mais pobres do Brasil, localizada no interior do Maranhão, foi tema de uma reportagem do Bom Dia Brasil, da Rede Globo, nesta quinta-feira (21).

A reportagem falou sobre um dos temas em discussão na Rio+20: como acabar com a miséria e garantir o desenvolvimento sustentável ao mesmo tempo. Marajá do Sena foi escolhida para mostrar na prática como isso é difícil.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), dois em cada três habitantes vivem na miséria, isso faz com que Marajá do Sena seja classificada como a capital da extrema pobreza no Brasil.

A cidade não tem esgoto e nem saneamento básico, muitos moradores não t~em água encanada. Falta emprego para homens e mulheres. O secretário de Educação de Marajá, Djalma Maciel explica: “Aqui, a maioria das pessoas vive da agricultura de subsistência: da plantação de arroz, milho, feijão, mandioca”.

Benefícios sociais garantem alguma renda. Mais de 1.400 famílias em Marajá do Sena recebem o Bolsa Família. Mas é difícil romper o ciclo de extrema pobreza.

Para o economista Fábio Soares, que estuda o crescimento inclusivo, os programas de transferência de renda são importantes, mas não suficientes. “No caso do Brasil, a gente pode ter certeza que a nossa pobreza se relaciona à desigualdade. Reduzindo a desigualdade, a gente também reduz a pobreza. Em algumas regiões, inclusive, é bem mais fácil reduzir a pobreza reduzindo a desigualdade do que gerando um crescimento elevado”, diz Soares.

Clique aqui para ver a reportagem completa no Bom Dia Brasil – vídeo e texto – sobre Marajá do Sena, a capital da pobreza no Brasil

Leia+
Em Marajá do Sena, redes de dormir substituem ambulância

IMAGEM - Cidade de Marajá do Sena - Maranhão

IMAGEM - Cidade de Marajá do Sena - Maranhão

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, já publiquei mais de 5 mil notícias neste site; Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!