Professores de Bacabal não têm direito a piso salarial nacional da categoria

Compartilhe esta postagem:

 

Os profissionais da rede municipal de educação de Bacabal infelizmente não têm direito ao piso nacional da categoria. Nesta quarta-feira (16), houve uma sessão na Câmara Municipal de Vereadores para aprovar o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração (PCCR) da educação de Bacabal.

Estava em discussão duas propostas. A proposta aprovada pela maioria dos vereadores foi a que garante como vencimento inicial dos professores da rede municipal o salário de R$ 760,00 mais Gratificação por Atividade de Magistério (GAM) de 90% para quem tem nível médio e 100% para nível superior por uma jornada de 40 horas semanais. O link para a tabela completa está mais abaixo.

Veja abaixo as duas propostas salariais que estavam sendo discutidas:

Tabela 1 – APROVADA PELA CÂMARA DE VEREADORES DE BACABAL – apresentada pela comissão formada pelas instituições e órgaos que discutiram o PCCR

Tabela 2 – REPROVADA – Apresentada pela Comissão de Educação da Câmara de Vereadores, presidida pela professora Liduina Tavares

PCCR da Educação em Bacabal – Lei 1179/2012

Estatuto dos Servidores de Bacabal – Lei 937/2002

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, já publiquei mais de 5 mil notícias neste site; Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!