Como pagar contas com os bancos em greve

Compartilhe esta postagem:

Os bancários da rede pública de bancos do Brasil estão em greve desde terça-feira (27). A adesão em todo país chega a cerca de 80% da categoria. Apesar de não estarem funcionando, isso não é motivo para que a população não pague suas contas antes do vencimento. Quem atrasar pagamentos, como sempre, será cobrado multas e juros normalmente.

Mas com os bancários em greve, como pagar as contas antes do vencimento? Simples, a seguir duas alternativas.

A primeira alternativa é usar os correspondentes bancários. Eles são estabelecimentos comerciais (livrarias, supermercados, padarias, lojas de conveniência, etc) credenciados pelos bancos, agências dos Correios e casas lotéricas que estão habilitados para receber pagamentos de contas até o vencimento. Mas esses estabelecimentos possuem limite de valores máximos que podem ser recebidos, por isso, informe-se antes, caso valor do pagamento seja muito alto, pode não ser possível o pagamento. Os correspondentes bancários já são muito utilizados, com as greves dos bancos, passará a ter uma sobrecarga e filas enormes. Ainda dentro desta alternativa, podem ser usadas as agências dos bancos privados, pois estes não aderiram a greve.

A segunda alternativa é usar a internet e os caixas eletrônicos. Mas esta opção, principalmente a internet, só recomendo ser usada por quem tem intimidade e sabe usar esta tecnologia corretamente. Nessa alternativa o consumidor pode pedir o débito automático em conta corrente ou pode pagar os boletos nos caixas eletrônicos.

Nos casos de cheques que estão para compensar, cuja conta não tenha fundos suficientes, o consumidor pode tentar resgatar o título – se ainda estiver com o credor – ou, ainda, efetuar depósito via caixa eletrônico, caso o cheque já esteja no banco.

Caso nenhuma das alternativas sugeridas seja viável, o cliente deve entrar em contato com o credor e solicitar outra opção de local para efetuar o pagamento, como a própria sede da empresa. Caso o fornecedor não disponibilize ou dificulte o fornecimento de outro local de pagamento, o cliente deve documentar esta tentativa de quitar o débito, podendo registrar uma reclamação junto aos órgãos de defesa do consumidor, como o Procon.

RECOMENDE ESTA NOTÍCIA PARA SEUS AMIGOS NO FACEBOOK

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, já publiquei mais de 5 mil notícias neste site; Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!