Radiação nuclear contamina alimentos no Japão

Compartilhe esta postagem:

O chefe de gabinete Yukio Edano declarou que o governo japonês foi informado, na sexta-feira (18), que níveis mais altos de radiação foram detectados no leite fresco de vacas em uma fazenda de Fukushima. Na manhã de sábado (19), o governo recebeu informação que seis amostras de espinafre testadas por um instituto de pesquisa em Ibaraki estavam contaminadas com alto nível de radiação.

O ministério da Saúde pediu à Prefeitura de Ibaraki para determinar a procedência das amostras e sua rota de distribuição. A prefeitura também foi convidada a tomar medidas no âmbito da Lei de Higiene Alimentar, incluindo, se necessário, a proibição das vendas.

Edano disse que o governo vai realizar testes adicionais para que possa rapidamente determinar se deve tomar medidas de restrição sobre a distribuição e o consumo.

Em nota, a Agência Internacional de Energia Atômica (IAEA, na sigla em inglês) declarou que “embora o iodine radioativo tenha uma vida média curta de cerca de oito dias e o declínio natural aconteça em semanas, há um risco a curto prazo para a saúde humana se o iodine for absorvido através da comida”.

RECOMENDE ESTA NOTÍCIA PARA SEUS AMIGOS NO FACEBOOK


CADASTRE SEU E-MAIL E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES DO SITE

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, já publiquei mais de 5 mil notícias neste site; Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!