Tragédia do Rio pode atingir Bacabal e outras cidades do Maranhão

Compartilhe esta postagem:

A recente tragédia que assolou a região serrana do estado do Rio de Janeiro pode atingir Bacabal e diversas outras cidades do Maranhão. Só uma diferença: enquanto no Rio a destruição foi causada por água e deslizamento de terras, as cidades do Maranhão podem ser arrasadas por águas de enchentes.

Mas diversas enchentes já aconteceram ao longo dos anos no Maranhão, a exemplo da que ocorreu em 2009, podem acontecer outras? Sim, e o que é pior, com poder de destruição maior que as anteriores.

Um dos sistemas que consegue frear, pelo menos um pouco, a destruição das enchentes no Maranhão, é a barragem das Flores, na cidade de Joselândia – MA. A barragem inaugurada em 1987 tem como principal função conter as enchentes nos municípios de Pedreiras, Trizidela do Vale, Bacabal, São Luís Gonzaga do Maranhão e Arari. A barragem tem capacidade para 1 bilhão e 400 milhões de metros cúbicos d’água. O Rio das Flores é o maior afluente do Rio Mearim e sua vazão chega a 300 metros cúbicos por segundo.

Mas a barragem das Flores pode não conseguir mais cumprir seu papel, isso porque está totalmente abandonada e sem manutenção há anos. Em 2009, uma Comissão Interdisciplinar do Conselho Regional de Engenharia Arquitetura e Agronomia do Estado do Maranhão (Crea/MA) vistoriou a barragem e constatou diversos problemas na conservação e nas instalações eletroeletrônicas e hidroelétricas da estrutura. Segundo os técnicos do Crea, a falta de manejo das comportas, desde a sua inauguração, foi um fator determinante para as enchentes dos municípios da região do Mearim em 2009.

Na ocasião da visita, o engenheiro Francisco José Albuquerque, integrante da comissão afirmou: “Se a comporta, principal instrumento da barragem não funciona, ela não cumpre seu papel, que é o de evitar enchentes. Se não funciona, a água vai estourar em algum lugar. Está tudo deteriorado. Há buracos e desmoronamento nas paredes. É uma cadeia de irresponsabilidade das autoridades, a população está órfã”.

A Barragem de Flores foi feita principalmente para conter o rio e evitar enchentes. Se a chuva é muita, o sangramento da barragem tem de fazer com que a força e o curso d’água não atinjam as comunidades. A barragem ainda não se rompeu, mas, para o Crea, o risco existe e a falta de manutenção pode gerar uma tragédia como a ocorrida do Piauí, onde a Barragem de Algodões 1 se rompeu, fazendo desaparecer do mapa pelo menos 10 comunidades.

REFORMA DA BARRAGEM DO RIO FLORES

Na semana passada, quarta-feira (19), foi anunciado em toda imprensa do Maranhão o início dos trabalhos para a recuperação da barragem do rio Flores. As obras seriam de responsabilidade da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), que firmou convênio, ainda em 2010, com o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), do governo federal, se comprometendo a realizá-las. A recuperação da barragem deveria ter sido iniciada em março do ano passado.

De acordo com a Sinfra, serão investidos R$ 789 mil na revisão geral da barragem, que inclui cabos das comportas, desmatamento da área, recuperação das ferragens expostas, desobstrução de canaletas e reforma da válvula dispersora – equipamento que ajuda a diminuir a força de vazão da água. O controle da vazão, de acordo com os técnicos, é fundamental para garantir água o suficiente para as lavouras espalhadas ao longo do rio Mearim – onde o rio Flores desemboca – e, também, evitar alagamentos, o que prejudicaria a produção agrícola no local.

Apesar do anúncio da reforma, até o fechamento desta matéria, nenhuma reforma havia começado. Diante disso, só resta rezar para que as chuvas em 2010 não sejam tantas como em 2009, e assim não aumentem o risco de rompimento da barragem do rio Flores. Mas a meteorologia prever grande volume de chuvas durante o ano de 2010 para todo Maranhão. Para nós que moramos às margens do rio Mearim, só resta esperar e continuar convivendo com o risco!

RECOMENDE ESTA NOTÍCIA PARA SEUS AMIGOS NO FACEBOOK


CADASTRE SEU E-MAIL E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES DO SITE

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, já publiquei mais de 5 mil notícias neste site; Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!