Políticos, os donos dos meios de comunicação no Brasil

Compartilhe esta postagem:

No Brasil, os políticos são donos da maioria absoluta das concessões de emissoras de rádio e TV. Dessa forma eles dominam a comunicação brasileira e influenciam na formação da opinião das pessoas.

Para que uma emissora de rádio ou TV funcione de forma legal no Brasil , precisa-se de uma “concessão”. Mas o que é essa “concessão”? É uma permissão de funcionamento dada pelo Governo Federal. Essa permissão pode ser, por exemplo, de 10 anos, prorrogável ou não sempre que acaba o prazo.

No Congresso Nacional, a Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática é a responsável pela concessão das licenças de funcionamento das emissoras de rádio e TV. Por se tratar de uma comissão do Congresso Nacional, obviamente é formada por deputados federais e senadores que, ao analisarem os pedidos de concessão, sempre dão privilégios aos seus amigos também parlamentares ou executivos, sejam estaduais, federais ou municipais.

É a famosa troca de favores: “vamos dá a concessão para a emissora do deputado tal e em troca exigiremos um outro favorzinho”. O fato se torna ainda pior quando os próprios parlamentares que fazem parte da comissão votam sobre o funcionamento de suas próprias emissoras ou das quais são sócios.

Mas os dias em que os políticos sejam proprietários de rádios e tvs estão contados. Será? Pelo menos este é o principal objetivo do anteprojeto de lei de comunicação eletrônica deixada pelo ex-ministro Franklin Martins, que o governo pretende colocar em discussão.

Prova disso é que nesta sexta-feira (7) o ministro das Comunicações do governo Dilma, Paulo Bernardo, defendeu em entrevista ao jornal Folha de São Paulo, que os políticos sejam proibidos de ter concessão de rádio e TV.

Segundo ele, “o congressista não pode ter concessão, para não legislar em causa própria”. Mas o próprio ministro duvida que o Congresso aprove a medida, afinal existe um grande número de políticos com concessões. Nas eleições de 2010, 61 eleitos informaram possuir rádio ou TV.

Para Paulo Bernardo, é mais fácil iniciar um processo de impeachment de um presidente do que rejeitar a renovação de uma concessão de rádio ou de TV.

POLÍTICOS CONTROLAM ATÉ AS EMISSORAS QUE NÃO SÃO EXATAMENTE DELES

Algumas emissoras de rádio e TV, mesmo não sendo de propriedade direta de políticos, são controladas por ele. Quer fazer um teste? Eu explico: asista os telejornais em rede nacional de várias emissoras e compare a ênfase que eles dão às notícias sobre determinado político. Uma emissora mostra o lado negativo, outra o lado positivo, e assim por diante. Lembra da bolinha de papel na cabeça do presidenciável José Serra? O que cada emissora de TV falou? Pois é mais ou menos dessa forma.

EMISSORAS DE TVs DE BACABAL SÃO TODAS DE POLÍTICOS

A cidade de Bacabal possui quatro emissoras de tvs locais, todas, ou quase todas, de propriedade de políticos. A Tv Comunicar (antiga Difusora, afiliada SBT) é de propriedade do senador João Alberto de Sousa em sociedade com o deputado estadual Roberto Costa. A Tv Mearim (afiliada Band) é de propriedade do deputado federal José Vieira Lins. A Tv Mirante (afiliada Globo), é da família Sarney). E a Tv Nova Esperança, de propriedade do empresário José Cléssio, mas a concessão do canal que ela transmite é do ex-deputado federal Roberto Rocha.

Bacabal também possui muitas emissoras de rádio, a minoria legalizada e a maioria na ilegalidade, fruto da burocracia (ou burrocracia) da legislação brasileira para se legalizar um veículo de comunicação.

INTERNET, O MEIO DE COMUNICAÇÃO LIVRE

Mas contra todas essas barreiras legislativas existe a internet, onde qualquer pessoa/empresa pode criar um site/blog e se comunicar a vontade com o mundo. E desde que veicule informação de qualidade, pode conquistar a audiência de milhares de pessoas espalhadas pelo planeta.

RECOMENDE O SITE PARA SEUS AMIGOS NO FACEBOOK


CADASTRE SEU E-MAIL E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES DO SITE

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!