MP de Bacabal promoveu ‘Caminhada da Cidadania’ contra o crack

Compartilhe esta postagem:

O Ministério Público (MP), através da 4ª Promotoria da Infância e Juventude de Bacabal e da Polícia Militar, com o Grupo Especial de Apoio às Escolas – GEAP, realizaram na última sexta-feira (5) mais uma etapa da mobilização contra o crack na cidade. Na ocasião, aconteceu a “Caminhada da Cidadania” e uma solenidade com palestras esclarecedoras sobre drogas, em especial o crack.

A caminhada, com cerca de 5 mil pessoas, saiu do Fórum de Justiça de Bacabal, percorreu várias ruas da cidade e terminou do Templo Central da Assembléia de Deus. A caminhada serviu para chamar a atenção da sociedade sobre os riscos das drogas que possuem poder devastador para usuários e seus familiares.

A solenidade na Assembléia de Deus, contou com a participação da Associação do Ministério Público do Estado do Maranhão (AMPEM), representantes do Ministério Público, Judiciário, Polícias Militar e Civil, Poder Público Municipal, Igrejas Católica e Evangélica, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-MA), Associação Comercial de Bacabal, escolas e comunidade em geral

O coordenador dos trabalhos, promotor de Justiça Luis Gonzaga Martins Coelho, disse que a ideia de realizar a mobilização partiu das demandas recorrentes na 4ª Promotoria da Infância e Juventude de Bacabal, da qual é titular, onde corriqueiramente chegam relatos de pais e familiares aflitos , sem saber o que fazer com a dependência causada pelas drogas.

Na solenidade o promotor fez a entrega da minuta do projeto de lei que dispõe sobre a criação do Conselho Municipal Antidrogas aos chefes dos poderes Executivo e Legislativo local. O projeto prevê a criação do Fundo Bacabalense da Criança e do Adolescente, a ser executado em parceria com organizações não-governamentais, poder público e iniciativa privada, com o objetivo principal de angariar fundos para financiar projetos direcionados a pessoas em situação de vulnerabilidade no município.

O projeto propõe uma estratégia eficiente na gestão de políticas públicas capaz de revelar ótimos resultados. A estratégia refere-se à parceria entre instituições públicas, privadas e do terceiro setor no sentido de fortalecer a gestão solidária e corresponsável. As ações previstas no projeto visam melhorar a condição de cidadania dos sujeitos assistidos através da inserção em atividades que possam contribuir para o aumento da qualidade de vida dos contemplados.

A atividade contou ainda com a realização de duas palestras. Uma delas com o tema “Enfrentamento social e comunitário do uso do crack e outras drogas”, proferida pelo psiquiatra Ruy Palhano. Quem também deu importante contribuição foi o coordenador do departamento de educação fiscal da Receita Federal, Américo Rodrigues da Silva, que falou sobre o tema “Financiamento na área da infância e juventude: incentivo à dedução do imposto de renda por pessoas físicas e jurídicas”.

_________________
Referência: informações do JusBrasil e fotos por Dayane de Jesus e Michaellen Oliveira do Jornal O Mearim.

CADASTRE SEU E-MAIL E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES DO SITE

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, já publiquei mais de 5 mil notícias neste site; Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!