Garota da Argentina foi sequestrada via Facebook

Compartilhe esta postagem:

Uma adolescente da Argentina de apenas 16 anos passou seis dias sequestrada depois de ter sido enganada através da rede social Facebook. O sequestrador era um comerciante de 38 anos que, durante contato online entre os dois, se passou por um adolescente para poder enganá-la. A polícia não revelou os nomes deles. O cativeiro foi a própria casa do comerciante, localizada em La Tablada, na periferia de Buenos Aires.

Através do celular da vítima, o sequestrador enviou mensagens para a mãe da garota dizendo que ela estava bem e que não iria voltar para casa. A mãe desconfiou e denunciou o caso à polícia.

Uma das irmãs da vítima entrou efetuou login no Facebook usando os dados da irmã sequestrada e viu que entre seus amigos tinha um cujo nome eram as iniciais J.C.M., ao acessar o perfil, viu que ele só tinha poucos amigos e a maioria meninas. E mais: a garota viu que as mensagens que ele enviava tinha conteúdo erótico e viu mensagens que ele enviara para sua irmã sequestrada marcando encontro com ela na frente da escola.

A polícia foi avisada e preparou uma armadilha para pegá-lo. Os policiais criaram um perfil falso de uma menina e entraram em contato com ele marcando um encontro. Ele foi ao local do encontro, mas a polícia ficou escondida, quando não encontrou ninguém lá ele voltou para casa e foi seguido. A polícia encontrou a menina sequestrada e prendeu o comerciante. Com ele foi encontrado muito material pornográfico.

A jovem foi devolvida à sua família e está passando por avaliação psicológica. A polícia ainda não sabe se ela foi abusada sexualmente ou usada para produzir pornografia.

CADASTRE SEU E-MAIL E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES DO SITE

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, já publiquei mais de 5 mil notícias neste site; Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!