Carta dos professores do MA ao secretário de educação

Compartilhe esta postagem:

Carta aberta dos professores indignados do Maranhão ao secretário de educação Anselmo Baganha Raposo

Senhor secretário de Educação do Estado do Maranhão, nós professores da rede estadual de ensino da URE de Presidente Dutra-MA, expressamos a vossa excelência nossas impressões sobre a capacitação em rede que ocorreu na Unidade Regional de Presidente Dutra-MA.

No dia 18/10/2010 houve a abertura do evento, onde a SEDUC foi representada por pessoas que desconhecem a realidade educacional desta unidade regional, demonstraram seu total e irrestrito desconhecimento didático e humano ao imputar aos professores todos os males da educação, eles tiveram o desatino infeliz de falar que os professores deveriam ter em mente que a partir deste momento os professores deveriam parar de ‘brincar de dar aulas’, um acinte sem tamanho, logo os docentes se sentiram ofendidos com outras baixarias desrespeitosos que não se ousa pronunciar neste momento.

A capacitação é algo que deve permanente e contínuo, porém deveria ter iniciado no inicio do terceiro período letivo, algo de assaz importância tem sido desvirtuado e tratado com indiferença pelos poderes públicos, principalmente quando não está devidamente organizado para acolher de modo digno os docentes tão sofridos e desvalorizados.

Algo que mais revoltou os docentes neste processo foi sem dúvida o desrespeito ao ser servido as refeições e lanches, os quais de origem duvidosa, não poderia ser servido aos humanos, só as especies de suínos para baixo; Pois aquela comida servida foi de péssima qualidade, ou melhor estava estragada, onde quem experimentou teve graves problemas intestinais muitos inclusive sendo internado no Socorrão de Pres. Dutra, sem falar nos refrigerantes quentes e em quase todos os dias faltava agua para se beber no período da tarde, numa região tão quente como está a nossa.

Outro grave problema é obviamente o ressarcimento das despesas que todos tiveram com locomoção (a maioria dos mais de 550 professores eram oriundos de 13 cidades diferentes da cidade do evento!), hospedagem e alimentação, onde ninguém foi ressarcidos em suas muitas despesas com o evento, sem falar no excesso da carga horária, onde muitos faltaram aos seus outros empregos, (somos professores e temos mais de um emprego pra poder sobreviver), quando foi na tarde desta ultima quinta-feira a coordenadora da empresa Instituto de Apoio ao Desenvolvimento Social do Maranhão (Iadesma) que chamam de ‘Carla’ disse que pagaria todas as despesas dos professores porém nós a aguardamos por até as 18hs00 e ela não compareceu tão pouco ligou para satisfação alguma para quem foi caloteado, enganado e execrado por quem deveria acolher.

A capacitação trouxe em seu bojo o desejo da implementação de novos marcos educacionais ao Estado, porém para que ele seja implementado urge a necessidade de que se mude a estrutura das escolas, assim como elas devem com urgência ser enriquecidas com vastos recursos didáticos, pois, uma nova forma de se organizar a educação é ampliar suas múltiplas formas de atrair os alunos, hoje tão dispersos, urge sem demora a equiparação das escolas com modernos e amplos laboratórios de informática com acesso a internet de banda larga, laboratórios de química, matemática e física, sala destinada e exibição de vídeos, bibliotecas bem sortidas e atualizadas, e não apenas cadeiras novas que custam uma fortuna!

Toda a mudança e revolução na educação neste Estado que ostenta vergonhosamente os piores indicadores sociais e educacionais, (e índices de desenvolvimento humano só comparados a países em guerras), toda mudança só virá em caso de muito empenho dos poderes públicos, dos professore, dos pais dos alunos, enfim toda sociedade maranhense, porém deve haver empenho máximo de quem está no poder e detém não só a chave dos cofres públicos, como tem os meios logísticos necessários para tal, porém até o presente não tem feito muito para tal mudança.

A capacitação só se fará presente nas transformações da educação quando nas transformações da educação quando tiver ações integradas que comecem por valorizar os professores tão dignos de reconhecimento e respeito que não tem sido verdadeiramente valorizado, saímos desta capacitação com o desejo renovado para que haja mudanças na educação a começar pelo cumprimento das leis onde seja contratada uma empresa honesta para prestação de serviços essenciais em um evento deste porte e não amadores de origem muito duvidosa. Por fim os professores ressaltam que só permaneceram até o final do evento pelo grande altruísmo o qual sempre teve a categoria dos professores, porque não esperavam ter recompensas financeiras nesse processo, queríamos apenas não ter tido tantos prejuízos como se teve, com o calote descarado desta (Iadesma).

A SEDUC/MA deve se orgulhar de seus docentes do pólo de Presidente Dutra-MA, pois apesar de todas as humilhações diárias e desrespeitosas impetrados a cada dia de treinamento, só ampliou em o desejo por mudanças nas estruturas da educação do Estado do Maranhão, a começar pelo respeito o qual nos negaram a cada dia de evento, porém o desejo renovado se fará presente na conscientização da sociedade para que escolha melhor seus que tratem de forma digna uma categoria profissional tão cara às mudanças que precisam o Brasil e o Maranhão.

Esperamos que não seja esta a Revolução na Educação tão propalada pela governadora Roseana Sarney Murad, pois se for deste modo teremos uma revolução mais para pior do que estamos!

Atenciosamente com os protestos de mais de Quinhentos docentes da Unidade Regional de Educação da cidade de Presidente Dutra-MA nosso cordial apelo por soluções que sabemos nunca vir.
________________
Referência: Blog do Luis Cardoso.

CADASTRE SEU E-MAIL E RECEBA AS ATUALIZAÇÕES DO SITE

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, já publiquei mais de 5 mil notícias neste site; Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!