“Viciados em internet” deixam filha real morrer enquanto cuidavam da filha virtual

Compartilhe esta postagem:

Um casal sul-coreano “viciado em internet” deixou sua bebê de três meses morrer de inanição enquanto criava uma filha virtual na internet. O casal alimentava sua bebê da vida real, que era prematura, apenas uma vez por dia enquanto passava 12 horas ao dia cuidando da filha virtual.

O oficial da polícia Chung Jin-won disse à Yonhap que o casal “perdeu a vontade de viver uma vida normal” depois que os dois perderam seus empregos.

O pai, de 41 anos de idade, e sua mulher, 25 anos, foram presos na cidade de Suweon, ao sul de Seul, no início da semana, cinco meses depois de terem reportado a morte da bebê. Eles estavam foragidos desde a morte da criança.

A autópsia mostrou que sua morte foi provocada por um longo período de desnutrição.

O casal teria ficado obcecado em criar uma menina virtual chamada Anima, no popular jogo Prius Online, disse a polícia nesta sexta-feira.

O jogo permite aos jogadores interagir com Amina e enquanto fazem isso, a ajudam a recuperar sua memória perdida e desenvolver emoções.

Já houve outros casos de morte ligados ao vício em jogos de computadores na Coreia do Sul, onde um jovem morreu supostamente depois de passar cinco dias jogando com apenas pequenos intervalos.

Castro Digital | Artigos recentes:

CLIQUE AQUI PARA CADASTRAR SEU E-MAIL E RECEBER AS ATUALIZAÇÕES DO CASTRO DIGITAL.

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, já publiquei mais de 5 mil notícias neste site; Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. Madá disse:

    Pode um trem desses? pior é que eles precisam de tratamento e nao cadeia. isso é doença. em se tratando de coréia…estao ferrados. eita mundo torto…