Maranhense pode está entre as vítimas do terremoto no Haiti

Compartilhe esta postagem:

O marceneiro Inaldo Castro da Silva, de 46 anos, viajou para o Haiti tentando conseguir um emprego e estava na capital Porto Príncipe no momento do terremoto que já matou mais de 100 mil pessoas.

“Eu espero que ele esteja bem”, foi o que afirmou a doméstica Maria Nazaré Castro da Silva, de 42 anos, irmã de Inaldo. Ela reside na Rua 21, São Raimundo, São Luis – MA.

Antes a saudade era o que separava a doméstica do irmão, hoje, o que a consome é um sentimento de insegurança e medo. Ela desabafa:

Eu sinto que ele está bem. Talvez ele esteja desabrigado, sem um teto, precisando de ajuda. Tenho medo que algo poderia ter acontecido com ele.

Maria Nazaré diz que já tentou entrar em contato com irmão várias vezes depois da tragédia, mas ainda não conseguiu.

Fonte: O Mearim.

ACESSE TAMBÉM:
RECADO DIGITAL – Seu site de recados para suas redes sociais na web.

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, já publiquei mais de 5 mil notícias neste site; Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!