Aparelho brasileiro capaz de diagnosticar e tratar na hora o câncer de pele

Compartilhe esta postagem:

Pesquisadores da Universidade de São Paulo desenvolveram um aparelho que faz o diagnóstico e tratamento do câncer de pele na hora. Esse tipo de câncer é o mais frequente no Brasil e corresponde a 25% dos tumores malignos registrados.

O aparelho desenvolvido na USP de São Carlos indica na hora se o paciente tem ou não câncer de pele. Para o tratamento, primeiro é aplicada uma pomada no tumor, o laser entra em seguida. As células doentes não resistem à toxidade da reação química e morrem.

Aaparelho brasileiro para o tratamento do câncer de pele

Um equipamento semelhante usado nesse tipo de tratamento já existe aqui e em outros países, porém custa R$ 200 mil, e não tem as vantagens do modelo brasileiro, que pode ser fabricado por menos de R$ 7 mil, é leve, fácil de transportar e o melhor: tem diagnóstico e tratamento rápido.

Sobre o tratamento com esse novo aparelho, a dermatologista Ana Gabriela Salvio afirma:

Menos irritação, menos cicatrizes residuais da lesão tratada e sendo com pouca dor e bem tolerada pelo paciente.

Segundo Vanderlei Salvador Bagnato, pesquisador da USP-São Carlos, o aparelho já permite a resolução de casos numa faixa bastante grande, 70%, 80% dos casos são tratados com sucesso.

A criação desse aparelho é muito importante para pessoas que têm a pele clara e/ou são albinas como eu, mais propensas a desenvolvermos esse tipo de câncer. O aparelho já foi capaz de curar pessoas que estavam totalmente desenganadas do tratamento convencional.

O BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social está financiado o aparelho e espera-se que logo ele esteja presente em diversas cidades brasileiras.

Para saber mais sobre esse novo tratamento, fale com o Professor Vanderlei Salvador Bagnato, telefone (16) 3373-9823, ramal 234 ou acesse o site da USP – São Carlos.

E já que estamos falando de pele, confira algumas dicas importantes para você se proteger corretamente:

– Evite exposição prolongada ao sol entre 10h e 16h e procure lugares com sombra sempre que possível.

– Use sempre proteção adequada, como bonés ou chapéus de abas largas, óculos escuros, barraca e filtro solar com fator mínimo de proteção 15.

– Usar o filtro solar apenas uma vez durante todo o dia não protege por longos períodos. É necessário reaplicá-lo a cada duas horas, durante a exposição solar. Mesmo filtros solares “à prova d’água” devem ser reaplicados.

– Não esqueça de proteger a face, os lábios e as orelhas, locais comumente afetados pela doença.

Apesar dessas dicas, se você for albino como eu e/ou tiver a pele muito clara, uma boa maneira de se proteger, é tomar sol apenas quando for realmente necessário. É assim que faço.

Castro Digital | Artigos recentes:

CLIQUE AQUI PARA CADASTRAR SEU E-MAIL E RECEBER AS ATUALIZAÇÕES DO CASTROD DIGITAL.

ACESSE TAMBÉM:
RECADO DIGITAL – Seu site de recados para suas redes sociais na web.

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!