Saúde pública de Bacabal é discutida pela Promotoria de Justiça

Compartilhe esta postagem:

A Promotoria de Justiça de Bacabal promoveu na ultima quarta-feira, dia 27 de maio, uma audiência pública para discutir os problemas da saúde no município. Em março, o Ministério Público e a Vigilância Sanitária inspecionaram os hospitais Veloso Costa, Laura Vasconcelos e o núcleo do Hemomar. Foram constatadas irregularidades nos procedimentos adotados pelos profissionais de saúde na manipulação de materiais hospitalares e na estrutura dos prédios.

Dois Termos de Compromisso, firmados ao final da audiência, estabeleceram um prazo de 60 dias para que os problemas sejam corrigidos. No primeiro termo, a Prefeitura de Bacabal se compromete a enviar, em uma semana, Projeto de Lei à Câmara Municipal doando terreno para a construção do Hemonúcleo. Enquanto o novo prédio não é construído, as ilegalidades do atual devem ser corrigidas no prazo estabelecido. Uma equipe de profissionais de saúde deve ser remanejada para atender o Hemomar, conforme determinam as resoluções da Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Pelo segundo Termo de Compromisso, a Prefeitura de Bacabal se compromete a sanar as irregularidades nos hospitais vistoriados, em 60 dias. Foi estabelecido um prazo de 180 dias para a conclusão da reforma e o início do funcionamento do Hospital Socorrão. Será que agora essa eterna reforma termina?

O objetivo da audiência pública é informar a comunidade sobre os problemas detectados nas unidades de saúde e exigir do Poder Público as providências visando sanar as irregularidades detectadas pela Vigilância Sanitária, explicou o promotor de Justiça Luiz Gonzaga Martins Coelho. Disse ainda o Promotor Saúde e dignidade da pessoas humana são garantias constitucionais. Na verdade a população que precisa desses serviços diariamente já sabe o quanto eles são precários.

No evento, os representantes dos hospitais e da Prefeitura de Bacabal receberam, oficialmente, os laudos. Os documentos detalham as exigências sanitárias e foram apresentados à população no evento.

O promotor de Justiça Herbeth Costa Figueiredo, titular da Promotoria da Saúde de São Luís, designado para auxiliar a 2ª Promotoria de Justiça de Bacabal, também participou da audiência. O quadro na saúde de Bacabal é alarmante e expõe os pacientes a uma série de riscos, informou.

No Hemomar de Bacabal, unidade responsável pela distribuição de sangue para hospitais do município, a área física é inadequada para o funcionamento de uma agência transfusional. Faltam equipamentos de proteção individual e coletiva para os funcionários. Na área de segurança, os protocolos para evitar a contaminação do sangue também são falhos. A Vigilância Sanitária, no relatório, determina a implantação do controle de qualidade interno dos reagentes usados nos exames, controle da temperatura do ambiente e adaptação do espaço.

ACESSE TAMBÉM:
RECADO DIGITAL – Seu site de recados para suas redes sociais na web.

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, já publiquei mais de 5 mil notícias neste site; Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

1 Comentário

  1. Anônimo disse:

    O hospital veloso costa é público e cobra para fazer laquiadura em mulheres. Isso é uma vergonha esse médicos só pensam em dinheiro.