PÓS-GRADUAÇÃO em 6 meses e sem TCC

Compartilhe esta postagem:

Sabia que é possível concluir a sua especialização em apenas 6 meses e sem TCC (Trabalho de Conclusão de Curso)? De acordo com o Ministério da Educação (MEC), uma pós-graduação lato sensu (especialização) deve ter, no mínimo, 360 horas-aula. Em tempo corrido, normalmente os cursos mais tradicionais duram entre 10 e 12 meses, no entanto, há instituições que ofertam cursos de pós-graduação intensiva com duração de seis meses, e com o mesmo conteúdo de duração maior.

O tempo mais enxuto é o principal motivo pelo qual esses cursos intensivos são buscados. É o que afirma Carlos Pagani, Diretor Acadêmico de Pós-Graduação do grupo Kroton (dono da Faculdade Pitágoras). Segundo ele, o número de pessoas em busca desse tipo de pós graduação vem crescendo a cada dia. “Mas existem público para todas as opções. Pessoas que preferem fazer um curso presencial e mais longo e outros que têm mais tempo para investir nos estudos de uma pós mais intensiva.”

Siga o Castro Digital nas Redes Sociais:

&nbspInstagram
&nbsp
&nbspFacebook
&nbsp
&nbspTwitter
&nbsp
&nbspWhatsApp .



Leia também:

Teste: qual o tipo certo de pós-graduação para você?

Posso fazer uma pós-graduação em uma área diferente da minha?

Como são as pós intensivas?

Fazer uma pós-graduação mais intensiva e de curto período é o mesmo que estudar o conteúdo de um ano na metade do tempo. Para isso é necessário que o aluno tenha uma disponibilidade maior de tempo, pois terá mais conteúdo durante a semana e avaliações com uma frequência maior.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Nos cursos de 6 meses de pós-graduação é opcional apresentar um trabalho de conclusão de curso para garantir o seu certificado. Pagani explica que, desde a nova resolução do MEC (N.01/06.04.2018), a entrega e defesa do TCC deixaram de ser obrigatórios para todas as especializações lato sensu (excluindo, então, os cursos stricto sensu).

Atualmente, a maioria das faculdades ofertam cursos de especialização sem TCC, no entanto antes de se matricular, é importante que o aluno verifique se a instituição onde deseja fazer o curso tem o TCC como opcional.

E mais: para os alunos que desejam optar por não fazer o TCC devem levar em consideração que, em caso de uso do certificado para títulos em concursos públicos e/ou para progressão na carreira e aumento de salário ou registro profissional em conselhos, verificar antecipadamente se o órgão ou empresa aceitam o certificado sem TCC. Isso porque embora a resolução torne o TCC opcional, o mercado de trabalho ainda não se adequou 100% a essa resolução.

“A pós de 6 meses não tem prejuízo em relação a um curso presencial ou de maior tempo. Isso porque o conteúdo é o mesmo, só que oferecido em um tempo menor. Por isso os alunos precisam ter mais tempo disponível, pois o estudo será muito mais intensivo”, explica o especialista.

A tecnologia é uma grande aliada a esses cursos, pois, justamente por meio dela e de seus recursos o aluno poderá realizar suas atividades, ter acesso ao material e às aulas sem nenhum prejuízo em relação a um curso mais extenso ou presencial. Além disso, conforme Pagani ressalta, o aluno consegue, nesse caso, ter acesso livre às aulas, conferindo o conteúdo quantas vezes quiser.

(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Como começar a sua pós-graduação sem TCC e concluir em 6 meses?

Quer dar aquela alavancada na carreira e se tornar um especialista em um assunto? Então chegou a hora de começar a fazer uma pós-graduação. Para isso, nada melhor do que estudar em uma instituição reconhecida e pagar uma mensalidade que cabe no seu bolso, não é mesmo?

Então está na hora de conhecer o Quero Bolsa, o site onde você pode garantir uma bolsa de estudo de até 75% para fazer o curso dos seus sonhos – seja presencial, a distância, intensivo ou com uma duração maior. Está esperando o quê? Dê uma olhada no link:

_

Texto da Revista Quero Bolsa, parceira do Castro Digital.

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, já publiquei mais de 5 mil notícias neste site; Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!