Presídio será construído em São Luís Gonzaga do Maranhão e os próprios presos reconstroem presídio de Bacabal após rebelião

Compartilhe esta postagem:

A Secretaria de Estado de Justiça e da Administração Penitenciária do Maranhão (Sejap) informou que vai construir um novo presídio na cidade de São Luís Gonzaga do Maranhão. A cidade fica a 200 km da capital São Luís e 36 km de Bacabal, onde já existe o presídio do povoado Piratininga.

Compartilhe no Facebook

O presídio de São Luis Gonzaga está orçado em R$ 8 milhões, será executada com recursos do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), vinculado ao Ministério da Justiça, e do governo do Estado. Um processo licitatório para a construção da unidade já está sendo aberto. O presídio terá capacidade para 306 detentos e atenderá todas as comarcas adjacentes ao município de Bacabal.

DETENTOS RECONSTROEM PRESÍDIO DE BACABAL APÓS REBELIÃO

A construção da nova unidade prisional na região foi anunciada apenas alguns dias depois que uma fuga de 24 presos foi registrada no presídio de Bacabal. Na última quinta-feira (7), detentos iniciaram uma rebelião que resultou na fuga em massa, colchões queimados e grades arrancadas. 19 presos já foram recapturados, alguns deles se entregaram por vontade própria, mas cinco continuam foragidos.

Segundo informações da Sejap, os próprios detentos estão trabalhando na recuperação das três celas que foram danificadas no presídio de Bacabal. Com isso, é de se supor que, o que já era ruim, vai ficar pior, afinal, qual detento vai fazer algo bem feito para prender ele mesmo?

Compartilhe esta postagem:

Sobre o autor | Website

Blogueiro há 11 anos da área de Educação e Concursos, já publiquei mais de 5 mil notícias neste site; Jornalista Técnico (Registro Nº 1102-MA - Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Maranhão - SRTE-MA).

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

2 Comentários

  1. Unknown disse:

    qual é a fonte dessa noticia?

  2. Raimundo de Castro disse:

    A própria notícia em si já diz: "A Secretaria de Estado de Justiça e da Administração Penitenciária do Maranhão (Sejap) informou…"